Atrizes Marina Medeiros e Rejane Arruda na preparação de elenco com Christian Duurvoort • foto sandra alves

Tem sido intenso e com muito prazer.
Tenho uma preparação minimalista feito sushi, que eu adoro.
Estou no meio e ainda tenho a Lilith…
Eu abri mão de planejamento. Estou em crise criativa jorrando por todos os lados.
Os atores estão rendendo muito. A proximidade, ou melhor a intimidade que se estabelece com a equipe de arte, sobretudo com o trabalho do Kabila, inspira todos nós.
O vento, a luz, as caminhadas em silêncio, as palavras benditas, os olhares, a convivência, o chão sagrado, o corpo sagrado, o dia, carpe diem, a Pamela, as atrizes, os atores, as relações… tudo inspira.
Temos interagido com tudo isso ao invés de nos fecharmos numa sala estamos expandindo. Feito poesia que quando se lê preenche o espaço.
• foto sandra alves “] 

Atrizes Nara Sakarê e Angélica Figuera na preparação de elenco com Christian Duurvoort • foto sandra alves

Personagens Lilith e Ana na preparação de elenco com Christian Duurvoort • foto sandra alves

Meu objetivo inicial é baixar a ansiedade para que possamos gozar de nossa imaginação e das nossa capacidade de atuação. Os atores do elenco são todos muito bons. Independente de sua formação. As escolhas foram excelentes até agora.

Atores Marina Medeiros, Angélica Figuera, Ivo Müller e Vanderlei Silva na preparação de elenco com Christian Duurvoort • foto sandra alves

Christian Duurvoort e Ivo Müller na preparação de elenco • foto sandra alves

A nossa dinâmica de trabalho é assim: Todo dia caminhamos uma hora e depois improvisamos por 15 ou 20 minutos. Todos entendem o sentido disso. Ir pela estrada a fora é ir ainda mais para dentro de sua natureza. Cada dia aquela paisagem muda em homenagem a aquela personagem ou tema que estamos trabalhando.
Eu trabalho primeiro por temas depois relações, situações e depois personagens. Estabelecemos nosso material e nos apropriamos do material do roteiro com toda liberdade. O processo equivale a uma re-escrita do roteiro.

Atores Marina Medeiros, Angélica Figuera, Ivo Müller e Vanderlei Silva na preparação de elenco com Christian Duurvoort • foto sandra alves

Meu propósito é fortalecer as motivações dos atores para que possam agir e se permitir ver, do modo que está estabelecido no roteiro. Ao mesmo tempo desenvolvemos nuances, texturas, tramas internos e externos para preencher os espaços da dramaturgia e interagir com as paisagens que os humanos e o ambiente criam.

Natureza no entorno da região do sítio da Usina da Alegria Planetária, produtora associada do filme Rendas no Ar, que está acolhendo a primeira fase da preparação de elenco • foto sandra alves

Vera Longo e Christian Duurvoort em caminhada matinal da preparação de elenco • foto sandra alves

O feminino, a Morte, o Sexo, as convenções, o apego são temas do filme Rendas no Ar, que agora evoluem para a perda de si, a entrega, a tolerância, a luxúria, a devoção, a exclusão são os temas desta segunda semana. Já na terceira será a Destruição, que por si só não permite outros temas mas variações: Submersão, Lama, Caos, Explosão, Peste, Raiva, Guerra,… que levam, se houver sobreviventes, a um novo começo onde algo que foi arrancado do seu conforto encontra uma Paz.
Escrevo no calor do momento por que não sei se terei tempo para mais… Texto Christian Duurvoort
Conheça mais:  http://atorimaginario.wordpress.com/

Christian Duurvoort na preparação de elenco do longa Rendas no Ar • foto sandra alves

preparação de elenco • foto sandra alves

Anúncios